quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Amigo Secreto 2009

Feliz Natal & Ano Novo!!!

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

O Valor das Almas

video

Moças SUD

video

Casamento Eterno

video

Letras


Iniciais dos Nomes das Moças

Lembre-se



Lembre-se Moças:
Estejam em dia com suas metas do PP
Aprendam a cantar os hinos da Moças
Tenham sempre em mãos Papel e caneta para anotações.

Presidentes de Classe



Pertencer á Organização das Moças é poder desfrutar de um tempo de crescimento e preparação. Servir como líder as ajudará a se aproximarem mais de Cristo.

Chaveiro na Lata


Lembrança para as Moças

Bolsa dos Valores


Lembrança da Excelência das Moças 2009

Guirlanda dos Valores


Lembrança de Natal para as Moças

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Para Refletir...


Esta é uma bela história e é também uma história real, por favor, leia-a até o fim!

Sou mãe de três crianças e recentemente terminei a minha faculdade. A última aula que assisti foi de sociologia...
O professor dava as aulas de uma maneira inspiradora, de uma maneira que eu gostaria que todos os seres humanos também pudessem ser.
O último projeto do curso era simplesmente chamado "Sorrir". A classe foi orientada a sair e sorrir para três estranhos e documentar suas reações. Sou uma pessoa bastante amigável e normalmente sorrio para todos e digo oi de qualquer forma. Então, achei que isto seria muito tranquilo para mim....
Após o trabalho ser passado para nós, fui com meu marido e o mais novo de meus filhos numa manhã fria de Março ao McDonald's. Foi apenas uma maneira de passarmos um tempo agradável com o nosso filho. Estávamos esperando na fila para sermos atendidos, quando de repente todos a nosso redor começaram a ir para trás, e então o meu marido também fez o mesmo.
Não me movi um centímetro. Um sentimento arrebatador de pânico tomou conta de mim, e me virei para ver a razão pela qual todos se afastaram. Quando me virei, senti um cheiro muito forte de uma pessoa que não toma banho há muitos dias, e lá estava na fila dois pobres sem-teto.
Quando eu olhei ao pobre coitado, próximo a mim, ele estava "sorrindo". Seus olhos azuis estavam cheios da Luz de Deus, pois ele estava buscando apenas aceitação. Ele disse, Bom dia!, enquanto contava as poucas moedas que ele tinha amealhado.
O segundo homem tremia suas mãos, e ficou atrás de seu amigo. Eu percebi que o segundo homem tinha problemas mentais e o senhor de olhos azuis era sua salvação.
Eu segurei minhas lágrimas, enquanto estava lá, parada, olhando para os dois...
A jovem mulher no balcão perguntou-os o que eles queriam...
Ele disse, "Café já está bom, por favor....", pois era tudo o que eles podiam comprar com as poucas moedas que possuiam... (Se eles quisessem apenas se sentar no restaurante para se esquentar naquelafria manhã de março, deveriam comprar algo. Ele apenas queria se esquentar)...
Então eu realmente sucumbi àquele momento, quase abraçando o pequeno senhor de olhos azuis...
Foi aí que notei que todos os olhos no restaurante estavam sobre mim, julgando cada pequena ação minha.
Eu sorri e pedi à moça no balcão que me desse mais duas refeições de café da manhã em uma bandeja separada. Então, olhei em volta e vi a mesa em que os dois homens se sentaram para descansar... Coloquei a bandeja na mesa e coloquei minha mão sobre a mão do senhor de olhos azuis.
Ele olhou para mim, com lágrimas nos olhos e me disse, "Obrigado!
Eu me inclinei e acariciei sua mão. Comecei a chorar enquanto me afastava deles para sentar com meu marido e meu filho. Seguramos nossas mãos por um momento, e sabíamos que pudemos dar aos outros algo pois Deus nos tem dado muito......
Retornei à aula na faculdade, na última noite de aula, com esta história em minhas mãos. Eu entreguei "meu projeto" ao professor e ele o leu. E então, ele me perguntou: "Posso dividir isto com a classe?", eu consenti enquanto ele chamava a atenção da classe para o assunto....
Ele começou a ler o projeto para a classe e aí percebi que, como seres humanos e como partes de Deus, nós dividimos esta necessidade de curarmos pessoas e de sermos curados...

"... Quando fizerdes a um destes pequeninos irmãos, a mim o fizestes..."

O Náufrago e a Fé


Um certo homem saiu em uma viagem.
Era um homem temente a Deus, e sabia que o Senhor o protegia.
Durante a viagem, uma forte tempestade surgiu e o barco afundou.
Quase todos morreram, mas o homem conseguiu agarrar-se a alguma coisa que o conservasse em cima da água. Ficou boiando à deriva durante muito tempo até que chegou a uma ilha não habitada.
Ao chegar à praia, cansado, porém vivo, agradeceu ao Senhor por este livramento maravilhoso da morte.
Ele conseguiu se alimentar de peixes e ervas.
Conseguiu derrubar algumas árvores e com muito esforço construiu uma casinha para ele. Não era bem uma casa, mas um abrigo tosco, com paus e folhas. Porém significava proteção. Ele ficou todo satisfeito e mais uma vez agradeceu
ao Senhor, porque agora podia dormir sem medo dos animais selvagens que talvez pudessem existir na ilha.
Um dia, ele estava pescando e quando terminou, havia apanhado muitos peixes. Assim, com comida abundante, estava satisfeito com o resultado da pesca.
Porém, ao voltar-se na direção de sua casa, qual não foi sua decepção, ao ver sua casa toda incendiada.Ele se sentou em uma pedra chorando e dizendo em prantos:
-Senhor! Como é que foi deixar acontecer isto comigo? O Senhor sabe que eu preciso muito desta casa e o Senhor deixou queimar todinha. O Senhor não tem compaixão de mim? Eu sempre faço minhas orações diárias.
E assim permaneceu o homem durante algumas horas, envolvido em sua revolta e dor.
Passado algum tempo, uma mão pousou no seu ombro e ele ouviu uma voz dizendo:
-Que bom encontrá-lo... você está bem?
Ele se virou para ver quem estava falando com ele, e qual não foi sua surpresa quando viu em sua frente um marinheiro acompanhado de uma equipe:
-Vamos rapaz, nós viemos te buscar...
-Mas como é possível? Como souberam que eu estava aqui?
-Ora, amigo! Vimos os seus sinais de fumaça pedindo socorro. O capitão ordenou que o navio parasse e nos mandou vir lhe buscar naquele barco ali adiante.
O grupo entrou no barco e o homem foi para o navio que o levaria em segurança de volta para os seus familiares tão queridos.

A PROPÓSITO, COMO ANDA A SUA FÉ ?
(Autor desconhecido)

domingo, 13 de dezembro de 2009

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

VOCÊ CONHECE JESUS CRISTO?


O SEU LAR ESTÁ PREPARADO PARA
UMA VISITA ESPECIAL?


"Eis que estou á porta e bato"

AUTO-ESTIMA

LEMBRE-SE
VOCÊ É MAIS FORTE DO QUE IMAGINA